Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Casa d'avó Madalena

Casa de uma matrafona que mora na Aldêa, passa o dia assentada no pial a dizer patochadas

Casa de uma matrafona que mora na Aldêa, passa o dia assentada no pial a dizer patochadas

Casa d'avó Madalena

14
Out15

100 Segredos das pessoas felizes - Parte II


Avó Madalena

100.jpg

Parte II dos 100 segredos:

26 - Comprar aquilo que gosto: não é comprar compulsivamente é comprar apenas o que  gosto mesmo ou que preciso num gesto de estima e apreço por mim mesma

 

27 - Fazer do meu trabalho uma vocação: este é mais difícil, não estou na minha vocação, mas devo agradecer este trabalho pois é ele que me paga as contas e que permite que tenha uma vida condigna. Mas pensar apenas neste aspecto faz que seja um sacrifício ir trabalhar

 

28 - Sou uma pessoa e não um estereótipo: sou uma pessoa livre de pensar agir e sentir como bem entender sem ser obrigada a determinadas coisas só porque sou mulher

 

29 - Ter um objectivo: dar sentido ao que faço. Tudo tem um propósito

 

30 - Ainda não terminou a melhor parte da minha vida: a vida é cheia de pequenos presentes e alegrias e a superação do ser humano é extraordinária

 

31 - Dinheiro não traz felicidade: a paz e a alegria sim! Confesso que ajuda, e muito, mas não é o factor principal

 

32 - Não me envolva em conflitos: gastar o meu tempo em coisas que não valem a pena, desgastar-me.. vou seguir em frente e o que tiver de ser, será. Já rolei anos de mais com a pedra de Sísifo, agora já chega

 

33 - Alinhar os meus objectivos ente si: ser coerente nos objectivos

 

34 - Concentrar-me nas esperanças e não nas tragédias: ter esperança é um estimulo para a mudança. 

 

35 - Não podes vencer sempre: aprende a lidar com as derrotas e com os fracassos. Foi uma experiencia que correu mal...

 

36 - O meu guia deve ser o meu objectivo: definir o que quero e depois persegui-lo com o meu coração. Planear com cuidado e ir seguindo as instruções com paciência.

 

37- Ter expectativas reais (ainda esta semana a psicóloga me alertava para esta fato). Nunca vou consegui tudo o que quero, tenho de ser realista e dar valor ao que está ao meu alcance. Se os objectivos foram inatingíveis estarei sempre condenada ao fracasso.

 

38 - Não me esquecer que tenho de me divertir

 

39: Escolher as comparações com sabedoria: a comparação é inevitável e cultural mas faz-lo faz me sentir sempre diminuída

 

40: Ser responsável: terminar o que começo (retomar as funções no Refood, por exemplo). Embora o meu mundo tenho eclodido, não terminou. Não posso deixar mal quem depende de alguma forma de mim

 

41: Arranjar um passatempo: Fornecem estabilidade e diversão. Já tenho o croché (que me irrita quando corre mal), a leitura e as caminhas que tenho de retomar com urgência!!

 

42 - A amizade é mais importante que o dinheiro: dinheiro não tenho, amigos tenho poucos, mas são valiosos, por isso acho que estou no lucro

 

43- Invejar os relacionamentos dos outros é inútil (esta não havia necessidade...), a minha família nuclear acabou de ser destruída para dar inicio a outra possível família... não é inveja, mas sinto-me roubada,mas tal como tudo vai passar. O que importa é a qualidade e a minha relação como meu filho vai sair mais forte. Também tenho o apoio da minha família que mesmo longe se importa e dos meus amigos.

 

44 - Acreditar em mim: Não posso de modo algum dar-me por vencida nem perder a fé em mim. Eu vou conseguir superar e vencer esta batalha.

 

45 - Não acredite demais em si: nada de arrogância ou pretensão, também cometo erros e falho

 

46: Tomar algum tempo para me adaptar às mudanças: os processos de adaptação e mudança podem ser longos, tensos, ansiosos  e dolorosos,tenho de levar as coisas com calma e sabedoria

 

47: Usar o meu trabalho de modo positivo: o trabalho dá uma identidade. pensar que sou produtiva e trabalhadora incute auto respeito. dar o meu melhor mesmo que não seja no que melhor me define

 

48: Se não tiver a certeza, escolher o mais positivo: escolher sempre a alternativa positiva

 

49: Compreender que a satisfação completa não existe: lutar sempre por melhorar, alegrar-me com as minhas conquistas. Não procurar a perfeição, será uma perda de tempo, porque perfeição não existe

 

50: Cerca-te de perfumes agradáveis: os cheiros influenciam o estado de espírito. Um casa cheirosa, um ambiente perfumado tem efeitos bastante positivos

 

Parte III e IV em banho Maria

 

Follow my blog with Bloglovin Top blogs de receitas

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D