Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Casa d'avó Madalena

Casa de uma matrafona que mora na Aldêa, passa o dia assentada no pial a dizer patochadas

Casa de uma matrafona que mora na Aldêa, passa o dia assentada no pial a dizer patochadas

Casa d'avó Madalena

22
Set14

22 Setembro de 2003


Avó Madalena

 

Faz hoje 13 anos que terminei a licenciatura.... estava cheia de sonhos e expectativas. Ia ser uma profissional fantástica, apaixonada pelo ser humano, prnta a mudar o mundo... Durante 6 meses dei o melhor de mim (em recibos verdes) e mas depois perceberam que que queria ser mãe e um fulaninha deitou-se com o director da instituição, eu fui mandada para casa e a fulana ficou com o meu lugar.... coincidência....

Mesmo nessa altura não perdi a esperança, sabia que tinha perfil para trabalhar com os outros, para os ajudar a encontrar o melhor de si e a explorar essas potencialidades, todos somos bons em qualquer coisas, só temos de descobrir o que, temos temos ums história, uma experiencia que pode ajudar o outro, e juntos seremos mais fortes. 

Sonhava em desenvolver projectos qom os quais as pessoas se identificavam porque eram feitos por elas e para elas, pegar na indentidade cultural de cada um e ajudar no presente a fazer um futuro promissor através dos conhecimentos do passado. Acredito que as mudanças do futuro tem de ser repescadas no passado, nas tradições, nas culturas, no património. 

Durante os últimos 13 anos reprimi este sentimento, acomodei me a um trabalho por uma questão monetária e de sobrevivência familiar e com isto apaguei o meu verdadeiro eu. Não posso deixar passar mais 13 anos, eu não escolhi o curso, foi o curso que me escolheu e recordo-me dos estudos, das pesquisas, dos projectos como o melhor e o que mais me fez crescer. 

De que vale um canudo? Quantos de nós trabalhou arduamente para o pagar e para o tirar e agora está em casa num canto a apanhar pó?

Está visto que ningumém pensa em nós, que somos um numero... pois somos, somos um numero muito grande, temos de nos unir e dar a volta a isto. Eu não tirei o curso ao domingo, mas estagiei aos domingos, fiz pesquisas, trabalhos de grupo. 

Tenho um canudo sim, e embora me tenha esquecido disso está na hora de começar a lutar por ele. Está na altura de deixar o M orgulhoso na mãe!

Feliz aniversário canudo!!!

Follow my blog with Bloglovin Top blogs de receitas
15
Set14

Balancete semana 37


Avó Madalena

Estou mesmo decidida a ficar rica :) por isso há que cortar e poupar. Além de começar nas belas poupanças tenho de entender i fluxo do meu dinheiro para depois fechar algumas dessas saídas. Assim esta semana, no envelopes de recibos e papelinhos das saídas chegamos á triste conclusão que esta semana foi um buraco negro: 

- livros escolares: 59,29€ (estando o M na 4ª classe, supondo que passará para o 5º anos prevejo que só em manuais para o ano de 2015 deve rondar os 150€ ou mais)

- ctt: 0,88€ (envio de um livro)

- tupperwares: 2,80€ (vou começar a fazer panelas de sopa maiores para dar para mais refeições)

- Supermercado: 17.09€

- legumes (no minipreço porque tinham desconto): 3,26€ - tive um desconto de 0,82€

- Comida Natacha: 5,45€ (5 latas de comida no minipreço, ficando a 0,40€ mais barata cada lata que no continente onde costumava comprar) - 2€ de poupança

- Pequenos almoços, lanches e almoços: 7,60€ e esta é sem duvida a rubrica a levar cortar com mais urgência - tenho de trazer mais vezes a marmita, comprar pão ao final do dia para as sandes da manha ou levar o queijo para o trabalho e comprar pão fresco pela manha

Follow my blog with Bloglovin Top blogs de receitas
12
Set14

Regresso às aulas ... e mais umas madeixas de cabelos brancos


Avó Madalena

 

O M teve hoje a apresentação na escola... o meu menino cresceu, está no 4º ano e este ano terá de aprender  lidar com a "pressão" dos exames. 

Esteve de manhã com a professora e os colegas e ao final da tarde esperava-me todo sorridente com a lista de material necessário....

Ao passar os olhos pela lista senti a raiz do meu cabelo envelhecer e o meu ruivo ficar branco....

Ainda não desmaiei... mas estou a hiperventilar até agora...

Vejamos:

* 4 cadernos pautados de capa preta A4

* 1 caderno quadriculado de capa preta A4

* 4 capas plásticas para forrar os cadernos A4

* 1 capa plástica envelope A4

* 1 recarga de folhas A4

* 1 portfólio de 30 bolsas

* 10 micas

* 1 caderno de papel de lustro

* 1 caderno papel cavalinho

* 1 bloco A4 folhas cartolinas coloridas

* 1 tesoura de pontas redondas

* 4 pincéis

* 1 caixa de guaches

* 1 conjunto aguarelas

* 1 embalagem massa modelar branca

* 2 colas UHU stick grandes

* 2 cols UHU liquida grandes

* 2 borrachas

* 1 apara lápis com depósito

* 2 lápis de carvão HB nº 2

* 1 caixa plasticina cores

* 1 esferográfica de cada cor (azul, verde, preta e vermelha)

* 1 caixa de lápis de cor (12)

* 1 caixa de canetas de feltro

* 1 conjunto de papel vegetal

* 1 régua 20cm

* 1 compasso

* 1 transferidor

* 1 resma de folha A4

* 1 dossier de 2 argolas lombada larga 2 furos

* 6 separadores coloridos

* 1 dossier

 

Felizmente fui estando atenta a algumas dicas de promoções e desconto e já tenho praticamente todo o material necessário, mas dói... e ainda faltam os manuais escolares...Mas confesso que não entendo... 1 resma de folhas?

Todos os anos levo uma e o M nunca trouxe trabalhos que correspondessem a 1 resma de folhas (nem a meia)...

Follow my blog with Bloglovin Top blogs de receitas
11
Set14

Economia domésticas - alterações


Avó Madalena


O desafio das 52 semanas não correu como eu esperava (e já suspeitava), nas primeiras semanas é relativamente fácil colocar de partes os euros previstos, mas a partir de de uma determinada altura fica difícil e depois impossível para o meu orçamento mensal. Terei de procurar e analisar outras propostas (quem sabe se não sigo mais uma vez a Cristina e tento colocar 5€ semana).

Percebi que a análise semanal é muito mais frutífero que a mensal, ainda dá tempo de salvar o saldo mensal (ou não)

Entretanto as minhas folhas de excel funcionam muito bem para mim (anoto entradas e saídas, faço balanço, previsões, análises com os mesmos meses mas em outros anos, vejo stock, analiso graficamente onde correu mal. Sinto-me preparada para voltar a testar o método dos envelopes (se bem que enquanto receber fora do prazo de validade não será muito fácil, mas ainda assim sou uma gaja cheia de esperança e os envelopes já estão feitos (o da luz já tem 4€ e o da casa 3€ - pois, a minha prestação da casa só baixou 3€). 

Relativamente às despesas de saúde (médico e farmácia) vou tentar inscrever-me nas consultas de planeamento familiar para ver se consigo as pílulas à borla (em Coimbra raramente tinha de as comprar, bastava-me ir às consultas de planamente).



Vou tentar implementar o métodos dos envelopes até ao final de Dezembro. 3 meses de adaptação parece-me bem.


Para o mês de Outubro começo o mestrado e as viagens a Coimbra dar fazer moça no orçamento, claro que já pedi bolsa, mas como o gajo tem uma divida às finanças tenho algumas duvidas que a receba... tentar não custa. Na pior das hipóteses as aulas serão estudadas por email. Na primeira semana vou fazer de tudo para ir conhecer os colegas e trocar contactos, sei que vai ser difícil e que os próximos meses serão cansativos, desgastantes, complicados e trabalhosos, mas também sei que estarei muito mais feliz a realizar  meu sonho e eu feliz sou muito mais forte.
Follow my blog with Bloglovin Top blogs de receitas
10
Set14

Mães más...


Avó Madalena

 

MÃES MÁS

Um dia quando o meu filho for crescido o suficiente para entender a lógica que motiva um pai, eu hei de dizer-lhe: 
Eu te amei o suficiente para ter perguntado: onde vais, com quem vais, e a que horas regressarás a casa. 
Eu te amei o suficiente para ter insistido que juntasses o teu dinheiro e comprasses uma bicicleta para ti, mesmo que eu tenha tido hipótese de comprá-la para ti. 
Eu te amei o suficiente para ter ficado em silêncio e deixar-te descobrir que o teu novo amigo não era boa companhia. 
Eu te amei o suficiente para te fazer pagar a bala que tiraste da mercearia, e dizeres ao senhor: "Eu peguei isto ontem e queria pagar". 
Eu te amei o suficiente para ter ficado em pé, junto de ti 2 horas, enquanto limpavas o teu quarto; tarefa que eu teria realizado em 15 minutos. 
Eu te amei o suficiente para te deixar ver: fúria, desapontamento e lágrimas nos meus olhos. 
Eu te amei o suficiente para te deixar assumir a responsabilidade das tuas acções, mesmo quando as penalidades eram tão duras que me partiam o coração. 
Mais do que tudo eu te amei o suficiente para te dizer não quando eu sabia que me irias odiar por isso. Essas eram as mais difíceis batalhas de todas. 
Estou contente, venci, porque no final vocês venceram também. 
E qualquer dia, quando os teus filhos forem crescidos o suficiente para entenderem a lógica que motiva os pais, tu vais lhes dizer quando eles te perguntarem se a tua mãe era má... "que sim, era má, era a mãe mais má do mundo". 
As outras crianças comiam doces pela manhã,mas nós tínhamos de comer cereais, ovos e torradas. 
As outras crianças ao almoço bebiam Pepsi e comiam batatas fritas, mas nós tínhamos de comer carne, legumes e frutas. 
E, não vais acreditar, a nossa mãe obrigava-nos a jantar à mesa, bem diferente das outras mães também. 
A nossa mãe insistia em saber onde nós estávamos a todas as horas. Era quase uma prisão. 
Ela tinha de saber quem eram os nossos amigos, e o que nós fazíamos com eles. 
Ela insistia que lhe disséssemos que íamos sair por uma hora, mesmo que demorássemos só uma hora ou menos. 
Nós tínhamos vergonha de admitir, mas ela violou as leis de trabalho infantil. Nós tínhamos de lavar a louça, fazer nossas camas, lavar nossa roupa, aprender a cozinhar, aspirar o chão, esvaziar o lixo e todo o tipo de trabalhos cruéis. 
Eu acho que ela nem dormia à noite a pensar em coisas para nos mandar fazer. 
Ela insistia sempre connosco para lhe dizermos a verdade, e apenas a verdade. Na altura em que éramos adolescentes, ela conseguia ler os nossos pensamentos. A nossa vida era mesmo chata. 
A mãe não deixava os nossos amigos tocarem a buzina para nós descermos.Tinham de subir, bater à porta para ela os conhecer. 
Enquanto toda a gente podia sair à noite com 12, 13 anos, nós tivemos de esperar pelos 16. 
Por causa da nossa mãe, nós perdemos imensas experiências na adolescência. Nenhum de nós, nenhuma vez esteve envolvido em roubos, actos de vandalismo, violação de propriedade, nem fomos presos ou advertidos por crime nenhum. Foi tudo por causa dela. 
Agora que já saímos de casa, nós somos adultos, honestos e educados, estamos a fazer o nosso melhor, para sermos "maus pais", tal como a nossa mãe foi. 
Eu acho que este é um das males do mundo de hoje: Não há suficientes Mães Más.

 

Não sei quem é o autor(a).. texto a circular no facebook e que eu acho simplesmente fabuloso.

Beijo grande para a minha mãe que foi muito má!

Follow my blog with Bloglovin Top blogs de receitas
09
Set14

Grão a grão...


Avó Madalena

Enquanto me deleitava com um chá de camomila, fui ver a casa da vizinha Descontos - http://diariodasminhasfinancaspessoais.blogs.sapo.pt/ e incentivada pelas suas poupanças pessoais fez-se luz: a minha factura da luz é conta certa, em Agosto comecei a pagar menos 2€, vai daí, vou colocar de parte os 2€ de diferença mensal.

No próximo acerto - se a coisa descambar terei de lado 24€. 

Follow my blog with Bloglovin Top blogs de receitas
08
Set14

Férias


Avó Madalena

Férias precisam-se! 

Enquanto meio mundo vem de abalada para o Algarve de férias, o outro meio tem de trabalhar para receber os feirantes... ups desculpem, veraneante

Questiono-me se nas casas delas ao longo do anos as pessoas são desleixadas (para não ofender susceptibilidades) como nos apartamentos de férias. (Eu já apanhei um tacho de esparguete com bolor num apartamento em que as pessoas estiveram 7 dias, nenhuma loiça lavada, roupas de cama rasgada e metade da cutelaria desaparecida) Falam alto, reclamam nos restaurantes, nas lojas, nas filas, da temperatura da água, ....tenho de ser sincera, passo-me com os rebanhos nas passadeiras, nas calmas, como se o tempo tivesse parado,  com grupos de 5 e a pessoas a andar lado a lado a bloquear os passeios. Passo-me quando as ouço a falar alto nos restaurantes, a criticar, a rebaixar quem cá trabalha.
O Algarve durante o verão é um "Meet" - muita gente, muito barulho, muita confusão. Odeio morar aqui nesta altura, sinto-me invadida, sem estacionamento, sem silêncio e recuso me a ir à praia nestes meses.
Tudo bem que as vozes mais criticas dirão que só sobrevivemos graças as estas invasões.... mas isso é porque não sabemos usar o que temos em nosso favor e não sabemos impor respeito. isto não é uma colónia de férias do resto do pais. 
Férias para um algarvio (verdadeiro ou de coração) é no inverno, com as praias desertas e tendo como companhia as gaivotas
Follow my blog with Bloglovin Top blogs de receitas
08
Set14

A saga da dieta - Parte III e última


Avó Madalena



Tomei uma decisão importante: acabou a dieta! Não vou andar a comer como se não houvesse amanha, mas acabou o controlo de calorias, a supressão de hidratos de carbono ... fico mais ansiosa quando penso que estou de dieta, fico stressada e como muito mais, como por gula, por ser "proibido".

Vou alterar lentamente a minha alimentação, reeducando-a, sem fazer listas e proibidos, sem ansiedade, sem metas semanais, sem contagens. 

Já sei o que posso comer, o que devo evitar ou reduzir, por isso vou aplicar na minha rotina alimentar. Comer sem culpa para evitar desejo desenfreados de ataques ao frigorífico e ataques de loucura atrás de um pão com manteiga. Se me alimentar de forma saudável e comedida sei que o peso vai diminuir, os níveis energéticos aumentar e a ansiedade simplesmente desaparecer. 

Se eu como por estar ansiosa, a técnica será eliminar  que me cria ansiedade - no caso, saber que estou de dieta.

Adeus dieta!

Olá reeducação alimentar!
Follow my blog with Bloglovin Top blogs de receitas
01
Set14

Setembro


Avó Madalena

Objectivos para Setembro:
  • Levantar (máximo até) 7h 30m
  • Fazer 30Km de caminhadas (mensal)
  • Ler mínimo 3 livros
  • Fazer csaquinho branco em crochet para doar ao Pediátrico do Hospital de Faro
  • Preparar sessões de estudos do M (que foi para a 4ª classe) e as minhas (mestrado)
  • Continuar o declutter (brinquedos e roupas do M)
  • Preparar as limpezas de Outono
  • Retomar terapia com a psicóloga
  • Alimentar-me de forma mais saudável e equilibrada
  • Começar a meditar (pelo menos uma sessão por semana)

Em Setembro temos o ainda aniversário de casamento dos pais, o aniversário do marido, da mãe. Será um mês muito chego, mas o melhor, bem o melhor é que o M termina as longas férias em Coimbra e volta finalmente para casa :)

Follow my blog with Bloglovin Top blogs de receitas
01
Set14

A saga da dieta - parte 2


Avó Madalena

Antes de mais quero agradecer a todas as vizinhas pelos comentários de apoio, solidariedade e os conselhos. É bom saber que não estou sozinha e que esta luta não é só minha. Para ser sincera, não posso rotular-me de gorda ou com muito excesso de peso... mas uma pessoa que até aos 30 anos teve 48Kg, e que depois de uma depressão (em que ficou com 44kg) e lhe foram receitados medicamente que "abrem o apetite" - caso da mirtazapina, o meu peso em 3 mês aumentou 10Kg e eu não me consegui adaptar... o pneu, o rabo...  nunca me tinha visto assim e é dificil lidar com isto, sinto que o corpo não me pertence e que tenho de o arrastar para todo o lado. O pior foi mesmo a falta de energia, sinto-me sempre cansada e sem força, juntando um corpo maior que o normal, a coisa descanbou de tal moro que, mesmo morando na capital da praia ainda não fui vez nenhuma este ano...

Para Setembro tenho agendada exercício físico, trocar o açúcar e adoçante por stevia, consumir menos hidratos de carbono e descansar mais.

Gostava de retomar as aulas de ioga (especialmente do que li no blog http://happyandhealthy.blogs.sapo.pt/, mas a agenda está mais que ocupada, por isso vou testar o programa de meditação que a minha querida Ana me enviou e tentar fazer em casa.

Setembro revela-se um mês a estrear, numa semana a estrear. Será um mês de inícios e de mudanças, por isso na agenda está, sem sombra de duvida alimentar-me de forma mais saudável e praticar algum exercício físico. Este mês vai exigir de mim algum jogo de cintura e preciso estar na minha melhor forma, preferencialmente com mais energia para conseguir fazer todas as tarefas.

 

Follow my blog with Bloglovin Top blogs de receitas

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D