Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Casa d'avó Madalena

Casa de uma matrafona que mora na Aldêa, passa o dia assentada no pial a dizer patochadas

Casa de uma matrafona que mora na Aldêa, passa o dia assentada no pial a dizer patochadas

Casa d'avó Madalena

22
Set14

22 Setembro de 2003


Avó Madalena

 

Faz hoje 13 anos que terminei a licenciatura.... estava cheia de sonhos e expectativas. Ia ser uma profissional fantástica, apaixonada pelo ser humano, prnta a mudar o mundo... Durante 6 meses dei o melhor de mim (em recibos verdes) e mas depois perceberam que que queria ser mãe e um fulaninha deitou-se com o director da instituição, eu fui mandada para casa e a fulana ficou com o meu lugar.... coincidência....

Mesmo nessa altura não perdi a esperança, sabia que tinha perfil para trabalhar com os outros, para os ajudar a encontrar o melhor de si e a explorar essas potencialidades, todos somos bons em qualquer coisas, só temos de descobrir o que, temos temos ums história, uma experiencia que pode ajudar o outro, e juntos seremos mais fortes. 

Sonhava em desenvolver projectos qom os quais as pessoas se identificavam porque eram feitos por elas e para elas, pegar na indentidade cultural de cada um e ajudar no presente a fazer um futuro promissor através dos conhecimentos do passado. Acredito que as mudanças do futuro tem de ser repescadas no passado, nas tradições, nas culturas, no património. 

Durante os últimos 13 anos reprimi este sentimento, acomodei me a um trabalho por uma questão monetária e de sobrevivência familiar e com isto apaguei o meu verdadeiro eu. Não posso deixar passar mais 13 anos, eu não escolhi o curso, foi o curso que me escolheu e recordo-me dos estudos, das pesquisas, dos projectos como o melhor e o que mais me fez crescer. 

De que vale um canudo? Quantos de nós trabalhou arduamente para o pagar e para o tirar e agora está em casa num canto a apanhar pó?

Está visto que ningumém pensa em nós, que somos um numero... pois somos, somos um numero muito grande, temos de nos unir e dar a volta a isto. Eu não tirei o curso ao domingo, mas estagiei aos domingos, fiz pesquisas, trabalhos de grupo. 

Tenho um canudo sim, e embora me tenha esquecido disso está na hora de começar a lutar por ele. Está na altura de deixar o M orgulhoso na mãe!

Feliz aniversário canudo!!!

Follow my blog with Bloglovin Top blogs de receitas

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D