Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Casa d'avó Madalena

Casa de uma matrafona que mora na Aldêa, passa o dia assentada no pial a dizer patochadas

Casa de uma matrafona que mora na Aldêa, passa o dia assentada no pial a dizer patochadas

Casa d'avó Madalena

11
Abr12

Para ti, minha neta...


Avó Madalena

Querida A.

foi com lágrimas nos olhos que te conheci e amei te desde o primeiro momento. Acompanhei o teu crescimento, e durante noites e noites o meu peito foi a tua almofada... lembras te que tinhas medo das sombras do quarto? E eu contava te historias até adormeceres e tu tonta de olho brilhante acreditavas em tudo e enrolavas te ainda mais em mim.

Não existem palavras que definam a nossa relação, é um amor infinito, um cordão umbilical que nunca cortamos...

Tenho visto o teu sofrimento e por muito que queira não posso fazer nada... isso são as dores do crescimento, da maturidade... ao contrario da tua infância, não tenho poções magicas ou ervas que te tornem invisível ou super bruxinha. Vais ter de seguir em frente, sempre de queixo erguido... eu limpo te as lágrimas, faço te sorrir mas o resto é contigo. Eu sei que dói, mas a dor faz parte da vida e do crescimento e do alto dos meus cabelos brancos juro que vai passar, vai melhorar e vais ficar muito poderosa, porque na vida tudo passa. Posso dizer que sei porque passei por isso.. mas isso seria egoísmo da minha parte, cada um absorve as coisas de modo diferente e esse é o teu calcanhar de Aquiles.... sofres intensamente com tudo.....

... meu amor, deixa me afagar te novamente, proteger te nos meus braços e contar te uma história... lembras te quando em menina eu te falava de bruxas, lobisomens e afins?? Pois era tudo verdade... metaforicamente falando claro... sim o que não faltam ai são bruxas e ogres... mas lembra te que a menina tinha sempre um final feliz.

Escuta a avó, senta te debaixo do carvalho que já te acolheu tantas vezes....tens mudanças a fazer... fá-las lentamente como se estivesses novamente a aprender a andar, divide o teu objectivo e pequenos sub objectivos (torna se mais fácil de conquistar e a cada conquistar vais te sentir realizada e feliz), limpa de vez essas barreiras (essa depressão, a falta de auto estima, o medo) apenas assim consegues seguir em frente! Dedica te a ti, responsabiliza te por ti, obriga te a ser feliz e a seguir em frente.. tu e só tu és responsável pela tua motivação. Vai sem medo, eu estou sempre aqui para te ajudar.

Traça as tuas etapas e lembra te que a tua felicidade não é negociável...Querida A... não existe um caminho certo, existe o teu caminho! Examina a tua vida como é hoje, olha para o que precisa da tua atenção... começa por ai....

Imagina que a vida é um chocolate... tens de ir dando dentadinhas para saborear, se deres uma trinca grande e engolires alem de não sentires o paladar ainda te podes engasgar...

Minha doce neta... vai.. percorre o teu caminho, mas volta depois a casa d'avó Madalena que te ama e que tem sempre um lugar no peito para ti.

E não te esqueças nunca... és o meu orgulho.

Com amor

a avó que te ama

Madalena

 

 

Follow my blog with Bloglovin Top blogs de receitas

1 comentário

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D