Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Casa d'avó Madalena

Casa de uma matrafona que mora na Aldêa, passa o dia assentada no pial a dizer patochadas

Casa de uma matrafona que mora na Aldêa, passa o dia assentada no pial a dizer patochadas

Casa d'avó Madalena

22
Jun14

Cuidar de mim


Avó Madalena



Sempre me orgulhei de ser simples, de não gostar cá de cremes nem de maquilhagem, eu sou eu e pronto. Sem tempo nem paciência para essas "pandeleirices"

Mas um dia acordas, tens 35 anos, rugas de expressão, pele sensivel e desidratada, cabelo espigado, estreias, celulite e uma depressão.

Olho ao espelho e não goste do que vejo, nas revistas, na televisão, nos blogues, falam de produtos e técnicas que desconheço que sei me recusei a pactuar com a indústria cosmética e sempre achei que o natural é que era verdadeiro.

Hoje acho o contrário. 

tomei um mini banho de emersão sem culpas ou remorsos (confesso que a questão de gastar muita água mexeu comigo, mas reservei-a para lavar o chão amanha), usei o meu melhor champô e amaciador da Tresemmé, fiz uma esfoliação à cara. Li 2 crónicas de Inês Pedrosa.

Sai da banheira sem pressa e sem pressa sequei-me (sem ser o esfrega esfrega da toalha) passei um hidratante Vasenol, uma água de rosas na cara e um creme para as pontas espigadas da Pantene. Sim, embonequei-me para ir dormir. 

Mas estive feliz, foi um momento emtre me, myself and I. Cuidar do corpo também é cuidar da mente, é dizer à nossa alma que a amamos e estimamos. É estar comigo e amar-me.

Se o meu corpo é temporário e transitório há que cuidar dele com amor, com carinho e atenção. Sentir a pele e sentir prazer na pele.

Hoje acho que cuidar assim de mim não é um acto de futilidade, é um acto de amor.

E eu mereço amar-me. 

É uma excelente forma de relaxar e acordar amanha cheia de força e fé para me ajudarem em mais uma semana difícil de trabalho e correria.

Hoje adormeço grata por ter a oportunidade de cuidar de mim





Follow my blog with Bloglovin Top blogs de receitas

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D