Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Casa d'avó Madalena

Casa de uma matrafona que mora na Aldêa, passa o dia assentada no pial a dizer patochadas

Casa d'avó Madalena

Casa de uma matrafona que mora na Aldêa, passa o dia assentada no pial a dizer patochadas

Dia 13 - Antigo

Avó Madalena, 14.03.13

Adoro esta carroça. Acho que ficaria linda no meu quintal

Faz me lembrar as idas com a minha avó ao rio. Íamos de carraça, puxada por um burro.

Atravessava o Rio Mondego num pequeno barco empurrado pelo barqueiro. No campo que a minha avó cultivada eu corria toda a manha, a tentar apanhar joaninhas e escaravelhos. 

Faziam se as "merendas" á volta do poço da rega. 

Agora não há burro, nem carroça, nem barqueiro e até o pequeno terreno virou latifúndio.

Pensar que só tenho 33 anos e que quando falo das minhas memorias ao meu filho ele acha tudo isto inacreditável. 

Tem dias em que parece que foi ontem, tem outros que parece que foi há séculos atrás

Saudades....

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.