Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Casa d'avó Madalena

Casa de uma matrafona que mora na Aldêa, passa o dia assentada no pial a dizer patochadas

Casa d'avó Madalena

Casa de uma matrafona que mora na Aldêa, passa o dia assentada no pial a dizer patochadas

Balanço "Berra-me baixo"

Avó Madalena, 03.04.13

O balanço do mês de Março é negativo. Não que eu tenha berrado ou gritado mas porque sou fria, distante e passo pouco tempo de qualidade com o M. Infelizmente continuo a fazer as minhas coisas (domésticas e lúdicas) deixando o um pouco sozinho nas coisas dele. 

Falo que sou isto e sou aqui, que desperdiço tempo, que amanha vai ser melhor, mas infelizmente não mudo. 

Talvez agora começa a ver as coisas com outros coisas, agora que passei pelo sofrimento de momentaneamente o perder consiga quebrar esta parede de gelo que está dentro de mim.

Sinto me pressa a mim, sou incapaz de ser espontânea, de brincar ao nível dele... faço tudo o que sempre disse que não seria como mãe.

Berrei pouco porque tenho um filho fantástico, sossegado, bom aluno, sempre interessado em aprender, em ajudar a mãe nas suas tarefas, em fazer me feliz. Uma criança que só quer mesmo ver a mãe feliz... não mereço tamanho amor.  Mas o M. mereçe todo o amor, toda a dedicação.

Recuso-me a perder-lo .... e este é o meu desafio para o resto da vida: demonstrar ao M. o quanto é especial e importante para mim, o quanto o amo. 

Meta mensal: arranjar todos os dias tempo exclusivo para o M. (sem um olho na panela ou na tv ou no pc)