Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Casa d'avó Madalena

Casa de uma matrafona que mora na Aldêa, passa o dia assentada no pial a dizer patochadas

Casa d'avó Madalena

Casa de uma matrafona que mora na Aldêa, passa o dia assentada no pial a dizer patochadas

No meu quintal já espreitam:

Avó Madalena, 14.04.12

 A flor do limoeiro

 Os damascos 

Os pêssegos
 
E esqueci me de ver como estão as ameixas este ano. Infelizmente a bananeira está um bocado seca, suponho mesmo que este ano não teremos o prazer de ver sair dela um cacho de bananas.
A erva cideira está  linda e a salva toda florida.
A jardinagem e a agricultura começam a despertar em mim um gosto que estava adormecido.
(para a semana vou cuscar os espinafres, abóboras e a salsa, pode ser que já tenha alguma evolução)

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.