Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Casa d'avó Madalena

Casa de uma matrafona que mora na Aldêa, passa o dia assentada no pial a dizer patochadas

Casa de uma matrafona que mora na Aldêa, passa o dia assentada no pial a dizer patochadas

Casa d'avó Madalena

13
Out14

O fibroadenoma


Avó Madalena

Há cerca de 3 anos atrás, enquanto tomava banho com o marido, ele alertou-me para uma "bolinha" que sentia no meu peito ( pode parecer estúpido e irresponsável nos dias de hoje, mas na verdade o esposo conhece o meu peito melhor do que eu). 

Marquei consulta na médica de família que me fez uma oscultação e mandou-me fazer umas ecografias mamárias, depois segui-se a mamografia e a biopsia aspirativa por agulha fina (BAAF). 

Os médicos concluíram que tinham fibroadenomas mas que seria precoce estar a tirar (pelo menos 1 que tinha um tamanho maior). Poucos meses depois estava a tomar banho e ao limpar o seio, tive uma espécie de corrimento, como se fosse o colostro nas mulheres grávidas, fui de imediato para a urgência, (estava com infecção) de onde sai com uma carta para a médica de família.

Os exames repetiram-se e em Dezembro de 2012 estava no Instituto Bissaya Barreto em Coimbra a retirar o fibroadenoma, com uma anestesia geral, indo nesse mesmo dia para casa

Correu tudo muito bem, apenas um pouco de febre e uma infecção, uns dias de baixa médica, praticamente não se vê cicatriz e aqui estou eu, a monitorizar os outros "seres" que me habitam o seio. 

Toda esta conversa é para vos mostrar que por vezes são coisas simples de "detectar" e de tratar. 

As mamas são constituídas por ductos e lóbulos, que são rodeados por tecido adiposo e de suporte. Por
vezes, o tecido cresce sobre um lóbulo como uma bola, formando um nódulo sólido. A isto se chama um
fibroadenoma.
Os fibroadenomas são benignos e não aumentam o risco de desenvolver cancro da mama. Pensa-se que
sejam causados por uma sensibilidade acrescida à hormona feminina estrogénio.

http://www.laco.pt/site/files/Mon61155022010O%20que%20e%20um%20fibroadenoma.pdf

Para reparar-mos nestes pequenos alertas do corpo temos de o conhecer, de o examinar e não ter receio em fazer perguntas e exames. 

Follow my blog with Bloglovin Top blogs de receitas

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D