Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Casa d'avó Madalena

Casa de uma matrafona que mora na Aldêa, passa o dia assentada no pial a dizer patochadas

Casa d'avó Madalena

Casa de uma matrafona que mora na Aldêa, passa o dia assentada no pial a dizer patochadas

O meu unicórnio

Avó Madalena, 02.02.16

 288281.jpgApaixonei-me por um unicórnio!!

A imagem dele, o abraço aquecem as minhas noites e o meu coração. Com ele posso ser feliz, sinto que me completa, que me entende e protege. Sinto que eu sou a força que lhe falta, a razão que precisa para sorrir.

A minha alma gémea é um unicórnio!

Infelizmente ele não sabe que eu existo, mas para mim somos um só, duas parte separadas de uma mesma unidade. 

No meu mundo rosa o meu unicórnio preto é a "tal" a parte de mim que foi arrancada e que me procura como eu a ele. 

Somos felizes no nosso mundo, comigo ele é feliz e amado, sente-se completo, tem um razão para viver.... adoro o meu unicórnio! 

Preciso de lhe dizer que não está sozinho, eu estou aqui, do outro lado..

Desde que o reconheci que me invade a mente e o coração, sinto o calor do seu abraço, o doce do seu beijo, as suas mãos a acariciarem a minha pele, o olhar que me envolve... 

Adoro o meu unicórnio!