Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Casa d'avó Madalena

Casa de uma matrafona que mora na Aldêa, passa o dia assentada no pial a dizer patochadas

Casa d'avó Madalena

Casa de uma matrafona que mora na Aldêa, passa o dia assentada no pial a dizer patochadas

Roteiro Agricola Dezembro

Avó Madalena, 04.12.12

Dezembro traz o frio, o vento, as geadas.

 No meu quintal esvoaçam as folhas secas caidas das arvores e cogumelos brotam dos ramos secos, das

madeiras abandonadas, dos troncos das árvores. As cores do outono, o cheiro a terra molhada tornam o meu quintal num pequeno paraiso.

Claro que toda esta visão tem o seu lado negativo - plantas queimadas pelo frio, folhas comidas pelos caracois, laranjas caidas no chão... Mas não desisto!!!

Esta é a altura de proteger as minhas plantações das geadas que por ai se aproximam e dos caracois que teimam em fazer pic nics nos meus vasos, afinal tenho uma micro alface, um vaso com cebolas que parecem relva e um resto mortal de um espinagre (que já não devia caber no estomago da caracoleta!!!

Aproveito também para podar as minhas roseiras - uma delas premiou-me com um pequeno botão vermelho (imediatamente comido por um caracol maldoso...).

Quem quiser (e poder) pode semear ervilhas de cheiro e malvaicos.

 

 

Roteiro agricola - Novembro

Avó Madalena, 01.11.12

Finalmente os meus espinafres aparentam um crescimento forte, acho que desta vou conseguir uma sopita!!

Vou aproveitar que para a semana estou de férias, pôr a mão no sacho e tratar de semear as alfaces e cebolas que que já está mais que na hora. Estou a pensar em ir ao mercado procurar uns morangueiros para colocar nuns vasitos.

As minhas roseiras andam tambem um pouco desfalcadas, ainda não as podei nem dei tratamento.

Tenho pena de ter um mini quintal (cheio de relva e pedra de calçada), sobrou-me um mini canteiro que eu infelizmente descuido e depois fico triste porque as minhas sementeiras não produzem. Mas tenho de me disciplinar um pouco mais, os tempos são de crise e se eu conseguisse colher unas coisinhas do mini canteiro dava imenso jeito.

Nestas alturas tenho pena de já não estar na santa terrinha, onde quase todos os familiares tem quintais grandes e partilham frutas, legumes e ovos. Desde que vim para o algarve que estes mimos acabaram. Ainda pensei em procurar um terreno para alugar, mas aqui nãoexiste muito essa prática, pensei em comprar, mas pedem verdadeiras fortunas. Restam-me os vasos.

Ali ao lado os meus piri piris... depois de apanhar estes maduras não sei se o pé sobrevirá, quando o comprei envasado já vinha carregado de fruto...resta-me esperar.

 

Roteiro Agricola - Outubro

Avó Madalena, 06.10.12

E o Outono envergonhado..... para me acompanhar nesta caminhada. Gosto deste tempo, não está muito calor, corre aquele ventinho bom, o orvalho pela manha, as folhas amarelas e vermelhas que embelezam as ruas. Em criança adorava fazer montes de folhas secas só para poder atira-las ao ar ou pisa-las para ouvir o estalar. 

Em outubro as lides no mini quintal e no mini jatdim continuam. Tenho de poder as rosas, andam fraquinhas e nos últimos 3 anos rosas são miragens... No quintal procrastinei e não comprei os vasos e a terra necessarios as novas culturas: espinafres, cebolas, alfaces e couves. Li que tambem se podem plantar morangos... acho que este ano vou arriscar!!!

 

Roteiro agricola - Agosto

Avó Madalena, 01.08.12

Agosto, mês de calor, muitas regas (subidas no consumo de água canalizada...). Quem teve mais sorte (e sabedoria) que eu deve estar a colher as abóboras e os girasois. Como as minhas experiências não correram da melhor forma, vou preparar o meu canteiro para o outono. No final do mes vou semear ervilhas, espinafres (novamente). Ah, se conseguir passar no mercao municiapl vou comprar alfaces para plantar. Ainda não é desta que vou desistir de ser uma agrcultora de "varanda".